“Em média, 160 pessoas morrem diariamente no Brasil por acidentes de trânsito. Fora as que ficam com sequelas. Quando a gente libera a legislação, a leitura que fica é que o problema não é grave. Se isso for aprovado, daqui um ano nós vamos colher muitas mortes no trânsito”. Foi o disse a deputada federal Christiane Yared (PR-PR) ao jornalista João Frey, da Gazeta do Povo, quando procurada para se manifestar a respeito do projeto encaminhado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que altera regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Desde que foi eleita para seu primeiro mandato como deputada federal, em 2014, Christiane Yared (PR-PR) tem concentrado sua atuação nas questões relacionadas ao trânsito, já que perdeu seu filho, Gilmar Rafael Souza Yared, em 2009, no acidente que culminou com a condenação do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho. Entre as medidas previstas pelo governo estão o aumento do limite de pontos na Carteira Nacional de Habilitação de 20 para 40; o fim da exigência de exame toxicológico para motoristas profissionais; e o fim da multa para quem transportar crianças sem cadeirinha. Leia mais informações sobre o assunto, acessado o blog do João Frey.

Bolsonaro defende Neymar em caso de acusação de estupro