Começa amanhã, em Curitiba, o 39.º Encontro Nacional dos Corregedores-Gerais do Ministério Público. O encontro termina na sexta-feira e reunirá representantes dos 26 MPs estaduais, dos MPs Federal, Militar e do Trabalho e do MP do Distrito Federal e Territórios, membros do Conselho Nacional dos Corregedores-Gerais do Ministério Público (CNCGMP).

A abertura da reunião será feita pela presidente do conselho, a corregedora-geral do Ministério Público do Rio Grande do Sul, Jacqueline Fagundes Rosenfeld, pelo anfitrião, o corregedor-geral do MP do Paraná, José Ivahy de Oliveira Viana, e pelo procurador-geral de Justiça, Milton Riquelme de Macedo.

Depois, o procurador-geral da República, Cláudio Lemos Fonteles, convidado de honra do evento, falará sobre “A reforma do Poder Judiciário e o poder investigatório do Ministério Público”. A palestra é direcionada a promotores e procuradores de Justiça.

Amanhã e sexta, serão realizadas reuniões temáticas, no Grand Hotel Rayon, restritas aos corregedores-gerais de MPs. Entre os assuntos que serão discutidos está o próprio tema abordado na palestra de Fonteles. Os limites, os aspectos legais e a visão institucional da atribuição investigatória do Ministério Público são aspectos do tema que serão tratados pelo corregedor-geral do MP de Minas Gerais, Antônio de Pádova Marchi Júnior. No final do encontro será redigida a “Carta de Curitiba”, com as conclusões obtidas no evento.