Os Correios começam hoje, a partir das 7h, a distribuição das 23.159 urnas para os 5.757 locais de votação em todo o Estado. Amanhã, 6,9 milhões de eleitores do Estado vão decidir se a venda de armas e munição vai ser proibida no Brasil. As primeiras parciais sobre o resultado devem sair a partir das 20h de domingo. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná vai enviar todos os dados para Brasília e lá serão processados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os preparativos para o referendo começaram no início de outubro. De Brasília foi enviado uma matriz com o programa a ser utilizado no dia da votação e o trabalho de instalação na capital terminou na última segunda-feira. Além desse programa, as urnas também receberam outro com as informações dos eleitores das sessões onde as urnas vão ser instaladas.

Depois de programados, os equipamentos foram lacrados. Todo o processo foi acompanhado por fiscais de cada uma das correntes, os que são a favor da proibição e os que são contra. Depois, foi a vez dos Correios elaborar os roteiros para a entrega do material às seções eleitorais.

Ontem à tarde os funcionários carregaram as 63 vans que vão fazer a distribuição. A frota passou a noite dentro do pátio do TRE e às 7h os motoristas começaram o trabalho. Nos locais de votação as urnas foram recebidas pelos fiscais que fazem a instalação. Cada município se responsabilizou pela logística do seu material.

Resultado

O TSE em Brasília vai fazer o processamento dos dados. Depois de terminada a votação, os mesários vão enviar as informações ao TRE que transmitirá para o TSE. Devido a diferença de fuso horário de Brasília e os estados que não aderiram ao horário de verão, a primeira parcial só deve ser divulgada por volta das 20h.

Curitiba possui o maior colégio eleitoral do Estado, 17% dos eleitores, o que representa 1.185.438 pessoas. Depois vem a cidade de Londrina que concentra 4,73% do eleitorado, ou seja, 328.635 pessoas. Já o menor colégio é Nova Aliança do Ivaí com 1.139 eleitores.

Apesar de não ser uma eleição comum, a propaganda de boca-de-urna também está proibida e a Polícia Militar vai fará a fiscalização. Também foi estabelecida lei seca no Paraná, proibindo a venda de bebida alcoólica da meia-noite de hoje até a meia-noite de amanhã.