Mesmo diante de uma suposta resistência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a campanha de Hélio Costa (PMDB) editou uma mensagem de telemarketing que será dirigida aos eleitores mineiros utilizando uma fala gravada anteriormente por Lula.

Com o avanço do governador tucano e candidato à reeleição, Antonio Anastasia, nas pesquisas de intenção de voto, o peemedebista joga suas fichas na nacionalização da campanha estadual e na popularidade do presidente, estrela de um comício programado para esta noite de em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Durante a visita, a intenção dos apoiadores de Costa é convencer Lula a gravar uma mensagem específica de apoio ao candidato para a campanha, por telefone. O recurso do telemarketing foi utilizado pelo ex-governador Aécio Neves (PSDB) em favor de Anastasia e considerado eficaz.

“Eu gravei o telemarketing e certamente tem uma participação do presidente pedindo voto para mim”, disse Costa. “É uma fala minha e dele. Com a vinda dele, vamos fazer várias outras gravações, para TV, rádio e possivelmente telemarketing.”

A intenção é que a mensagem atinja entre 3,5 milhões e 4 milhões de telefones fixos no Estado. “O ex-governador (Aécio) fez no Estado inteiro, acho que ele cobriu 4 milhões de aparelhos”, comentou Costa, que diz desconhecer qualquer resistência do presidente à sua ideia. “Nunca tive um não do presidente em termos de campanha. Minas Gerais é importante para ele, é importante para nós.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.