Brasília – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Apagão Aéreo no Senado deve analisar, a partir das 10h, relatório parcial do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) sobre segurança aérea no país e votar requerimentos apresentados pelo relator. Há vários pedidos de transferência de sigilo bancário, telefônico e fiscal de pessoas físicas e jurídicas.

Na Câmara, a CPI do Apagão Aéreo ouve, às 9h, os responsáveis pelos centros integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindactas) 1, 2, 3 e 4 Eduardo dos Santos Raulino, Eduardo Jean Kiame, José Alves Candez Neto e Eduardo Antonio Carcavallo Filho, respectivamente. À tarde (13h), a CPI ouve o assessor de Segurança de Vôo e Relações Internacionais do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Célio Eugênio de Abreu Júnior.