O anúncio do salário regional do Paraná na última segunda-feira foi debatido ontem à tarde entre sindicatos ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT). Com o aumento do mínimo nacional para R$ 350,00, o salário mínimo paranaense será o maior do País, superando os regionalizados do Rio Grande do Sul (R$ 374,67) e do Rio de Janeiro (R$ 369,45).

O presidente da CUT-Paraná, Roni Anderson Barbosa, diz que os trabalhadores comemoraram o valor anunciado, condizente, segundo eles, com a economia local. A despeito da satisfação com o valor, que será concedido inicialmente aos trabalhadores desvinculados a sindicatos, que não possuem dissídio ou acordo de classe, a CUT exige participação ampla no debate da proposta do governo. Uma das principais exigências da classe é repassar o valor do mínimo de R$ 437,00 também para os servidores públicos estaduais. Pelo anúncio inicial, eles estão excluídos sob a justificativa de que não há nenhum servidor ganhando menos que R$ 400,00.

A representante do Fórum dos Servidores Estaduais, Elaine Rodella, diz que o salário social, implantado no ano passado, mascara um salário-base defasado. "O exemplo do mínimo de R$ 437,00 teria que ser dado na própria casa. Há servidores que ganham R$ 228,00 e com as incorporações do salário social, chegam a R$ 400,00. Porém, o problema vem na aposentadoria." Segundo Elaine, os servidores perdem os benefícios e se aposentam com base nos R$ 228,00. ?Há 10 mil servidores na ativa próximos da aposentadoria e 11 mil aposentados que recebem por essa base."

Com essas alegações, os servidores e a CUT exigem participação na discussão do projeto que será encaminhado à Assembléia Legislativa. Pelos cálculos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese), uma inclusão dos servidores estaduais, que se enquadram nessa categoria, representaria um desconto de R$ 1 milhão ao mês na folha do Estado. Ao todo, são 5 mil servidores ativos e 11 mil aposentados que seriam beneficiados com a aplicação do novo mínimo regional no salário-base.