A diferença entre Beto Richa (PSDB) e Osmar Dias (PDT) na corrida pelo governo do Paraná voltou para o patamar do início da campanha.

Os cinco pontos de vantagem para o tucano, registrados pelo Datafolha em pesquisa divulgada ontem pela RPCTV repetem a vantagem que Beto tinha no dia 26 de julho, data da primeira pesquisa Datafolha/RPC.

Com os dois candidatos oscilando para cima dentro da margem de erro, a pesquisa de ontem mostra 45% das intenções de voto para Beto, contra 40% de Osmar. Em 23 de julho o placar era de 43% a 38% para o tucano. Com margem de erro de três pontos, a pesquisa indica empate técnico entre os dois candidatos

As cinco últimas pesquisas mostram uma curva com a diferença partindo de cinco pontos, atingindo o máximo de treze, em 26 de agosto e caindo até voltar aos mesmos cinco pontos, indicando uma recuperação de Osmar Dias, que atingiu ontem seu maior índice desde o início da campanha.

Em relação à última pesquisa do Datafolha, divulgada no último dia 10, tanto Beto quanto Osmar oscilaram para cima dentro da margem de erro: o tucano subiu de 44% para 45%, freando a queda anterior, enquanto o pedetista foi de 38% para 40%.

Os candidatos Paulo Salamuni (PV), Luiz Felipe Bergman (PSOL), Amadeu Felipe (PCB), Avanilson Araújo (PSTU) e Robinson de Paula (PRTB) não atingiram 1%. Brancos e nulos somam 2% e 11% ainda estão indecisos.

O Datafolha ouviu 1.240 pessoas, em 47 municípios entre segunda-feira e anteontem. A pesquisa, encomendada pela RPC e pelo jornal Folha de S. Paulo, está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 1246/2010.

Aliados de Osmar comemoraram o resultado de ontem. “Está acontecendo o que esperávamos. Mesmo os institutos que demoram mais para captar a intenção de voto, em função da metodologia que empregam, já começam a mostrar a virada de Osmar, em uma velocidade também esperada. Sem dúvida, a próxima pesquisa apresentará Osmar na liderança. Acredito que a subida de Osmar se deve ao ajustamento da coordenação da campanha, que colocou a campanha na rua, e ao apoio do Lula, da Dilma, do Requião e da Gleisi”, disse o presidente estadual do PT, Ênio Verri.

“Analisando as duas últimas pesquisas, vemos que Osmar cresceu 6 pontos em dez dias e a tendência mostra que estamos mais perto da vitória. Temos empate técnico, mas Osmar mostra um crescimento estável”, acrescentou o presidente do PSC, Ratinho Júnior.

Já Beto Richa festejou o fato de a pesquisa mostrar sua vitória já no primeiro turno, com 53% dos votos válidos. “Mais uma pesquisa confirma o que eu tenho sentido na pesquisa das ruas, no encontro olho no olho: os paranaenses querem um novo jeito de governar, um novo Paraná”, disse Beto Richa em Francisco Beltrão, onde participa de encontro com lideranças regionais. “Por onde passo, a duas semanas das eleições, reafirmo minha confiança, minha certeza na vitória do povo do Paraná”, declarou o tucano.