O ex-ministro da Defesa, Nelson Jobim, que saiu cedo para a sua caminhada, evitou falar com a imprensa sobre a conversa que teve ontem com a presidente Dilma Rousseff, a demissão do cargo e seu destino político. “Não tenho nada para comentar”, limitou-se a afirmar, a cada pergunta feita pela imprensa, nesta manhã, em frente à casa dele, em Brasília. Sobre a conversa que teve com a presidente, Jobim disse que só ela pode falar.

Nelson Jobim foi demitido ontem, depois das críticas que fez às ministras de Relações Institucionais, Ideli Salvatti (“é muito fraquinha”), e da Casa Civil, Gleisi Hofmann (“sequer conhece Brasília”) à Revista Piauí. O Diário Oficial da União publicou hoje a exoneração de Jobim “a pedido” e a nomeação do ex-ministro das Relações Exteriores do governo Lula, Celso Amorim.