As relações entre o secretário de Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari e os deputados estaduais, mesmo os da base aliada do governo, não estão em seus melhores dias. Exemplo disso é o episódio que aconteceu na manhã de ontem, envolvendo o deputado Mário Sérgio Bradock (PMDB), presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa.

Depois de uma conversa com o secretário em evento no interior do Estado, o deputado foi até a secretaria, para entregar-lhe em mãos ofícios onde solicitava a designação de policiais para delegacias na região de Tibagi, nos Campos Gerais. O gabinete do secretário quis saber se ele tinha agendado audiência. Bradock explicou que não mas, como se tratava de assunto urgente e já abordado com Delazari, acreditava que pudesse ser resolvido sem maiores formalidades.

De nada adiantou. O deputado não conseguiu ser atendido. Irritado, rasgou e jogou no chão os ofícios que pretendia entregar ao secretário e retirou-se, alertando que atitudes como essa só vão dificultar cada vez mais o diálogo entre a Secretaria e a Assembléia Legislativa.

Não satisfeito, Bradock ainda encaminhou ofício ao governador Roberto Requião (PMDB) queixando-se da inacessibilidade do integrante de sua equipe. Também anunciou que irá convidá-lo para uma reunião com a Comissão de Segurança Pública justamente para discutir as dificuldados dos deputados com Delazari.