Dos 25 deputados federais do Paraná que se inscreveram como candidatos à reeleição nas urnas de outubro, 17 engordaram o patrimônio desde o pleito de 2014. Na contramão, chama a atenção o caso de Alfredo Kaefer (PP), que perdeu mais de R$ 100 milhões em patrimônio durante o último mandato. Os dados são das declarações de bens apresentadas por eles ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no momento do registro da candidatura. Confira a evolução dos números na tabela abaixo.

Entre os 17 parlamentares, os maiores saltos do período, entre 2014 e 2018, foram dos deputados federais Ricardo Barros (PP), Leopoldo Meyer (PSB), Edmar Arruda (PSD) e Osmar Serraglio (PP). Ex-ministro na gestão Temer e marido da atual governadora do Paraná, Cida Borghetti (PP), Ricardo Barros informou ter R$ 1.821.481,39 em 2014. Quatro anos depois, a soma dos seus bens chegou a R$ 5.529.650,21. Também ex-ministro da gestão Temer, Serraglio saltou de R$ 5.445.813,05 em 2014 para R$ 7.095.574,12 em 2018.

Mas os mais ricos da bancada são Edmar Arruda e Leopoldo Meyer. O primeiro tinha R$ 21.573.936,04 em 2014 e registrou R$ 23.496.539,40 em 2018. Já o ex-prefeito de São José dos Pinhais tinha R$ 11.009.212,61 em 2014 e declarou R$ 14.661.458,47 agora.

A maior parte do grupo de candidatos à reeleição – 14 dos 25 nomes – já superou a casa do R$ 1 milhão. São imóveis, veículos, aplicações, participação em empresas, e até dinheiro em espécie, guardado fora da conta bancária. Osmar Bertoldi (DEM), por exemplo, declarou R$ 860 mil de dinheiro em espécie. O patrimônio total do candidato é superior a R$ 2 milhões.

Mas nem todos “enriqueceram” no período. Na lista de 25 parlamentares que vão tentar a reeleição, oito “empobreceram” ao longo do atual mandato na Câmara dos Deputados. A maior queda é do deputado federal Alfredo Kaefer (PP). Em razão da falência de empresas administradas por ele, o patrimônio de R$ 108.581.709,91, declarado há quatro anos, caiu para R$ 1.319.197,47 em 2018.

Outros

Os demais deputados federais do Paraná que se inscreveram no pleito para outros cargos também revelaram um patrimônio maior na comparação com a eleição anterior. Candidato ao Senado, o deputado federal Alex Canziani (PTB) saltou de R$ 2.031.571,21 para R$ 2.401.824,81. O deputado federal Francischini (PSL), que vai tentar uma vaga de deputado estadual, foi de R$ 285.023,83 para R$ 902.434,48. Candidato ao governo do Paraná pelo MDB, João Arruda pulou de R$ 438.824,97 para R$ 1.253.355,69.

Da bancada do Paraná, formada por 30 cadeiras, apenas dois parlamentares estão fora das urnas de outubro: Dilceu Sperafico (PP) e Nelson Meurer (PP).

Evolução patrimonial dos deputados federais candidatos à reeleição

Deputados federais candidatos à reeleição Patrimônio – 2014 Patrimônio – 2018
Edmar Arruda (PSD)  R$      21.573.936,04  R$   23.496.539,40
Leopoldo Meyer (PSB) R$      11.009.212,61  R$   14.661.458,47
Osmar Serraglio (PP)  R$        5.445.813,05 R$     7.095.574,12
Ricardo Barros (PP)  R$        1.821.481,39  R$     5.529.650,21
Giacobo (PR)  R$        2.354.016,24  R$     2.211.016,14
Osmar Bertoldi (DEM)  R$        1.898.128,15  R$     2.092.060,55
Rossoni (PSDB)  R$        3.637.722,51  R$     2.054.883,53
Rubens Bueno (PPS)  R$        2.180.371,86  R$     2.030.239,54
Sergio de Souza (MDB)  R$        1.673.722,15  R$     1.950.261,70
Evandro Roman (PSD)  R$        1.177.217,23  R$     1.807.654,91
Hauly (PSDB)  R$        1.357.242,68  R$     1.613.452,82
Enio Verri (PT)  R$            971.249,19  R$     1.419.136,80
Alfredo Kaefer (PP)  R$   108.581.709,91  R$     1.319.197,47
Toninho Wandscheer (PROS)  R$        2.416.757,95  R$     1.299.166,23
Takayama (PSC)  R$        1.128.827,55  R$     1.250.329,87
Luiz Nishimori (PR)  R$        1.032.656,59  R$         981.949,47
Sandro Alex (PSD)  R$            717.504,76  R$         965.534,25
Assis do Couto (PDT)  R$            581.921,54  R$         831.656,16
Zeca Dirceu (PT)  R$            594.850,76  R$         786.123,49
Luciano Ducci (PSB)  R$            212.810,69  R$         529.531,00
Leandre (PV)  R$              99.609,87  R$         517.982,62
Christiane Yared (PR)  R$            120.697,00  R$         285.954,79
Aliel Machado (PSB)  R$              57.113,06  R$         236.521,67
Hermes Frangão Parcianello (MDB)  R$            254.976,43  R$           90.700,00
Diego Garcia (PODE)  R$                             –  R$           35.079,78

Fonte: TSE

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Viatura da PM atropela irmã de policial militar em canaleta de ônibus em Curitiba