Membros titulares pelo PSDB na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira, os deputados federais Fernando Francischini (PR) e Carlos Sampaio (SP) apresentaram requerimento à comissão, na quinta-feira (10), solicitando compartilhamento de informações ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

Os deputados querem saber por que não foi pedida, em 2009, a abertura de inquérito no Supremo Tribunal Federal para investigar políticos que teriam ligações com Cachoeira.

Parlamentares da base aliada querem convocar o procurador. O procurador chegou a afirmar que as críticas partiram de “pessoas que estão morrendo de medo do julgamento do mensalão”.

Francischini afirma que informações formais de Gurgel serão suficientes. “Temos que obter informações sobre o motivo pelo qual a Operação Vegas ficou na Procuradoria por dois anos, mas por outro lado resguardar o procurador, que tem uma função ímpar no nosso país, no julgamento do mensalão daqui a alguns meses”, destacou o paranaense.