Envolvida com as negociações em torno da reforma ministerial, a presidente Dilma Rousseff adiou para o final da tarde, ainda sem horário definido, o embarque para Nova York, onde participará da assembleia geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Dilma, que inicialmente tinha viagem prevista para quarta-feira, 23, adiou para esta quinta ao meio-dia; depois, novo adiamento, para as 15h, e agora, para o fim da tarde. Não há informações precisas se o anúncio da reforma será feito antes do embarque. Até o início desta tarde, os comentários do Palácio do Planalto indicavam como mais provável a divulgação das mudanças apenas no retorno da presidente, previsto para terça-feira que vem.