A presidente Dilma Rousseff deve estrear sua agenda internacional no próximo dia 31, na Argentina. A data não é confirmada pelo governo brasileiro, mas o diário argentino La Nación divulgou que o encontro entre a petista e a presidente Cristina Kirchner ocorrerá nesse dia. O roteiro da viagem deve incluir o Uruguai e o Paraguai. O tema dos encontros é a intenção de demarcar a América do Sul como prioridade para a política externa brasileira.

Em fevereiro, a presidente vai a Lima (Peru), para a cúpula América do Sul-Países Árabes (Aspa). Lá, estão marcadas reuniões bilaterais com os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, e da Colômbia, Juan Manuel Santos, para decidir quando Dilma poderá visitar os dois países, ainda no primeiro semestre. A presidente também quer, até abril, ir ao Chile. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.