A presidente Dilma Rousseff declarou que deve ir ao enterro do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que morreu nesta terça-feira (05). “Se o enterro for agora, vou. Eu irei ao enterro”, disse a presidente ao Grupo Estado, após participar nesta noite do 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, em Brasília.

Questionada sobre se haveria mudanças na agenda para ir a Caracas, a presidente respondeu: “Não sei quando vai ser, meu querido. Ninguém sabe”.

A agenda oficial da presidente prevê nesta quarta-feira (06), às 9h30, reunião ordinária da Câmara de Políticas de Gestão, Desempenho e Competitividade; às 11h30, reunião com governadores e prefeitos; e às 17h30, Dilma recebe no Palácio do Planalto uma comissão de representantes das centrais sindicais.

Por meio do microblog Twitter, a Presidência da República informou que Dilma cancelou a viagem programada para quinta-feira (07) à Argentina.