Valter Campanato/ABr
Dilma deu entrevista a emissoras de rádio do Rio Grande do Sul.

Apesar do discurso otimista, com citações à queda da inflação, à criação de 826 mil empregos no primeiro semestre deste ano e aos investimentos previstos em concessões, a presidente Dilma Rousseff negou nesta sexta-feira (09), em entrevista a emissoras de rádio do Rio Grande do Sul, estar em campanha pela reeleição em 2014. “Não estou pronta para o discurso da campanha, estou pronta para defender o meu governo”, disse a presidente.

Novamente indagada sobre as eleições, a presidente disse que “o resto tem de fazer campanha, porque quer o meu lugar”. “Eu estou exercendo o governo e a troco de que eu vou fazer campanha?”, indagou.

“Eu quero governar”, completou a presidente, ratificando que pensa apenas no presente e no seu governo. “Eu estou preparadíssima para 2013 e para governar até 31 de dezembro de 2014”, concluiu.