A presidente Dilma Rousseff afirmou no início da tarde desta quarta-feira, 11, que os governos precisam cooperar, independentemente de partidos políticos. “Quando a gente está do mesmo lado, não tem problema, mas a gente tem que perceber que durante a eleição pode haver disputa, na hora do governo tem de haver cooperação. Governo coopera, governo não disputa”, afirmou Dilma, ao lado do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, em cerimônia de anúncio de novos investimentos em Mobilidade Urbana em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. “Independentemente de partido político, time de futebol, religião, há o interesse da população. A população exige de nós”, completou a presidente.

Ela afirmou que, “a partir da eleição”, se tornou presidente de todos os brasileiros. “Aqui no Rio de Janeiro fomos capazes de construir uma parceria que eu considero uma parceria vitoriosa porque conseguiu modificar a vida da população”, disse.

Dilma afirmou ainda que o Brasil “deu passos muito importantes”. “Nós diminuímos as desigualdades, reduzimos a mortalidade infantil, aumentamos o emprego. Somos um país que deu passos de fato muito importantes. Mas tem uma coisa que nós sabemos, vamos precisar avançar muito mais para atender tudo aquilo que nós podemos ser”, completou a presidente.

(Colaborou Renan Carreira).