A presidente Dilma Rousseff levou menos de cinco minutos para votar na eleição interna do PT neste domingo, 10. Dilma chegou à sede do diretório nacional do partido às 16h18 e deixou o local às 16h22. Levou menos de um minuto para preencher a cédula e depositá-la na urna. Quase levou a caneta consigo, mas lembrou de devolvê-la antes de ir embora.

Dilma cumprimentou e posou para fotos com todos os mesários do partido. Na saída, falou rapidamente com os jornalistas e confirmou que teria um encontro, ainda hoje, com o presidente do Uruguai, José Mujica, no Palácio da Alvorada. “Mujica está me esperando”, afirmou. “Não sei qual é a pauta. Foi ele que pediu o encontro. Vocês são muito indiscretos”, acrescentou.

Dilma não quis falar sobre outros assuntos levantados pela imprensa. “Hoje é domingo, não é dia”, afirmou. Para votar, Dilma escolheu uma calça bege, blusa estampada no mesmo tom e sapatilha.

Devido ao encontro com o presidente do Uruguai, Dilma adiou a viagem para Lima, no Peru. Programada para esta noite, a viagem foi remarcada para as 8h desta segunda-feira, 11. O presidente uruguaio já está em Brasília.