Após mais de uma década à frente do PMDB de Curitiba, o fiel escudeiro de Roberto Requião e atual secretário-geral do partido, Doático Santos, anunciou ontem que defenderá a coligação com o PSB do prefeito Luciano Ducci. Tudo porque ele foi preso e levado à Prisão do Ahu por tentar impedir despejo de ocupantes da Ferrovila quando Rafael Greca era presidente da Cohapar. A pré-candidatura de Greca à prefeitura foi oficializada ontem à noite, mas na segunda-feira Doático e alguns deputados estaduais prometem redigir a proposta formal de coligação com PSB em encontro com Ducci.