Depois da divulgação do vídeo gravado em Goiânia (GO), pelo candidato à presidência pelo partido Patriota, Cabo Daciolo, no qual ele afirma que vai acabar com as estátuas da Havan (caso eleito) a Tribuna do Paraná entrou em contato com a assessoria de comunicação da empresa para saber seu posicionamento sobre o assunto. Por telefone, a responsável pelo departamento afirmou que a opção do próprio dono da rede, Luciano Hang, foi não emitir nenhuma declaração a respeito da publicação do parlamentar.

Entretanto ao Zero Hora, Hang pontuou que é preciso esclarecer ao candidato que assim como a Havan, ele é brasileiro e que nasceu em Brusque, em Santa Catarina. Hang fala ainda que a única forma de crescer na vida é através de trabalho árduo e fazendo “diferente”. Ainda segundo o dono da empresa, “a nossa estátua da liberdade é a coisa mais pedida pela população nas cidades onde colocamos loja”. 40 lojas possuem a estátua em todo o Brasil.

+Leia mais! Conheça o juiz que mandou prender Beto Richa e seus aliados

Divulgado na tarde da última quinta-feira (13), o vídeo gravado por Daciolo foi feito em junho e teve grande repercussão nas redes sociais devido à fala enérgica do presidenciável, na qual ele – entre outras coisas – ele afirma que “Vai sair uma por uma” – referindo-se às estátuas da Havan.

+Viu essa? Grande Curitiba tem dois novos supermercados. Conheça!

“Cada uma que tiver na nação brasileira, vai estar lá nos Estados Unidos”, diz no vídeo. Outras frases marcantes da gravação são “Tirem da nação, tirem da nação” e “Tá repreendido” – quando o responsável pela captação das imagens filma a Estátua da Liberdade, símbolo da loja de departamentos.

+Lembra dessa? Luciano Hang comemora condenação de Lula com queima de fogos de 13 minutos 

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Vídeo: Cabo Daciolo (Patriota) quer derrubar todas as estátuas da Havan