O conselheiro Durval Amaral foi eleito, por unanimidade, para ser o presidente do Tribunal de Contas do Paraná na gestão 2017-2018. A posse está marcada para 12 de janeiro.

Deixa o cargo o conselheiro Ivan Bonilha.

Foram também eleitos para os cargos de vice-presidente o conselheiro Nestor Batista e para corregedor, Fábio Camargo.

O Tribunal de Contas é responsável por fiscalizar a aplicação correta dos recursos públicos em prefeituras, câmaras e no governo estadual.

Em entrevista logo após a eleição, na sessão plenária nesta quinta-feira (15), Amaral disse que pretende dar sequência ao trabalho feito por Bonilha, priorizando a transparência e o controle social. Como meta, afirmou que pretende fazer com que o Tribunal esteja cada vez mais próximo da comunidade.

Reiterou que se trata de um órgão formal e que assim continuará sendo, mas que deve usar cada vez mais as redes sociais para fazer chegar à população o trabalho que é feito

Ao ser questionado sobre a cobrança recai sobre os tribunais de contas, em função de não terem detectado irregularidades que levaram a tantos escândalos de corrupção, Amaral reforçou que o trabalho deve ser enfatizado, para aumentar a capacidade de fiscalização.