O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, questionado sobre a crise política entre o Palácio do Planalto e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que é preciso reduzir as incertezas. “Tem incertezas que a gente controla, umas mais e outras menos. Também tenho dito que o importante é a gente reduzir as incertezas até para as pessoas fazerem mais planos”, ponderou. Levy argumentou ainda que, até por isso, para reduzir incertezas, o governo está tendo uma condução fiscal mais transparente e cautelosa.

A fala de Levy ocorreu no comitê de imprensa do Ministério da Fazenda, onde ele chegou sem aviso prévio para uma conversa informal e para esclarecer dúvidas. Em um segundo momento na conversa, ele tentou minimizar os impactos da crise política na economia e pediu calma. “Vocês são muito assustados, calma, já vivemos outros momentos”, disse aos jornalistas. “Dar uma consistência fiscal é a coisa mais básica, mas também estamos tomando medidas em outras áreas, porque o que queremos é voltar ao crescimento”, afirmou.