“Melhor já ir se acostumando”, frase que ficou famosa durante a campanha eleitoral, agora é pra valer. São apenas 64 dias até a posse do novo presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro, no dia primeiro de janeiro de 2019.

Numa eleição marcada pelas fake news de ambos os lados, o resultado das urnas ontem mostrou o avanço de um partido nanico, que conquistou a segunda maior bancada na Câmara dos Deputados, fez três governadores e vai pegar um partido dividido, em profunda crise política, econômica e social.

Jair Bolsonaro é um capitão reformado do Exército, deputado federal desde 1991 e agora novo presidente do Brasil. Aos 63 anos, ele embasou seu campanha no anti-petismo e, com isso, conquistou a confiança de milhões de eleitores, que pensam da mesma maneira. Cercada de declarações polêmicas, tanto do próprio Bolsonaro quanto de seus aliados, a campanha apostou num discurso bastante conservador quanto aos costumes e liberal com a economia. Além de pregar a linha dura contra a corrupção, a violência urbana e uma oposição ferrenha contra a esquerda, principalmente ao PT.

Veja o resultado completo da apuração do segundo turno!

Com esses ingredientes, Bolsonaro se transformou rapidamente em um fenômeno eleitoral, conquistando legiões de seguidores, principalmente pelas redes sociais, onde se concentrou sua campanha. Com apenas 8 segundos de tempo no horário eleitoral na televisão, o presidente eleito recorreu à internet para fomentar sua trajetória neste pleito. E quando foi esfaqueado com Juiz de Fora, Minas Gerais, Jair não saiu mais e transformou sua casa, em um condomínio na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, em um quartel general da campanha.

Brasil acima de tudo e Deus acima de todos

Após a confirmação do resultado das urnas, um verdadeiro exército de eleitores, vestindo verde e amarelo, tomou conta das ruas do país para comemorar a vitória de Jair Bolsonaro sobre o candidato do PT, Fernando Haddad. Em Curitiba, cidade que virou símbolo do combate à corrupção e onde está preso o ex-presidente Lula, a festa foi em frente à sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida.

Jair Bolsonaro agora terá que provar na prática que realmente é a mudança que pregava durante a campanha e que vai colocar o Brasil de volta no caminho do crescimento. “Agora vamos, juntos, transformar esta nação, numa nação democrática”, discursou ontem à noite o novo presidente do Brasil.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Jair Bolsonaro (PSL) é o novo presidente do Brasil