Eleitores de quatro municípios em três Estados voltam às urnas, domingo (6) para eleger novos prefeitos. Ao todo, 44 mil eleitores estão cadastrados para votar outra vez. Isso porque os prefeitos eleitos nessas cidades em 2012 tiveram a candidatura indeferida ou foram cassados. A nova eleição é necessária, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) porque eles receberam mais de 50% dos votos válidos.

No Estado de São Paulo, as cidades de Ibaté e Tabatinga, na região de São José do Rio Preto, voltam às urnas. Dois candidatos disputam a prefeitura de Ibaté: Orlando Trevisan Júnior (PTB) e Lucieni Spilla Ferrari (PSDB). O eleito em 2012, Alessandro Melo Rosa (PSDB) teve o registro indeferido por campanha fora de época e abuso do poder econômico e político. Em Tabatinga, concorrem Mariangela Marquesi Costa Roque (PTB) e Rafael Jacob Camargo (DEM). O eleito na eleição anterior, Valter Valentim Camargo (DEM), acusado de compra de votos, teve o registro negado. Ele recorreu, mas a cassação foi mantida.

No Rio Grande do Sul, dois candidatos, José Hilario Junges (PTB) e Helio Inacio Muller (PP), disputam a nova eleição em Tupandi. No Estado do Maranhão, concorrem em Boa Vista do Gurupi os candidatos Dilcilene Guimarães Oliveira (PV) e Antonio Batista de Oliveira (PSDB). Desde o início do ano, 55 cidades em 18 Estado já tiveram novas eleições para prefeito. Só em São Paulo foram nove cidades.