A presidente Dilma Rousseff aproveitou uma solenidade de comemoração de 60 anos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), no Palácio do Planalto, para negar que parte de seu ministério não tem prestígio diante dela. Ao iniciar seu discurso, ela fez questão de citar os ministros que não estavam presentes.

“Quero cumprimentar os ministros que estão sendo citados em notícias que o governo não concorda e que merecem os meus cumprimentos: Mário Negromonte, das Cidades; Pedro Novais, do Turismo; Ana de Hollanda, da Cultura; Orlando Silva, do Esporte; e Afonso Florence, do Desenvolvimento Agrário”, disse Dilma. Noticiário recente da imprensa tem noticiado que esses ministros citados hoje por Dilma não são prestigiados dentro do governo e que suas atuações seriam alvo de críticas da própria presidente.