Erenice Guerra teve revogada a permissão de uso de casa funcional no Lago Sul, região nobre de Brasília, quase um mês depois de deixar o cargo de ministra-chefe da Casa Civil. A portaria da Secretaria de Administração da Casa Civil que revoga a autorização de uso do imóvel foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Segundo funcionários da segurança da residência, Erenice deixou a casa no início desta semana. O prazo para a mudança terminaria hoje, com a publicação da portaria. Erenice deixou o ministério em 16 de setembro, depois das diversas denúncias sobre o suposto esquema de tráfico de influência do qual a ex-ministra participava.