A esposa do deputado federal licenciado José Genoino, Rioco Kayano, e os filhos do petista foram ao Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Do lado de fora, eles agradeceram aos militantes partidários que estavam na porta do presídio. Como esta segunda-feira, 18, não é dia de visitas, não havia informação sobre se seria possível a visita dos familiares ao deputado.

A esposa de Genoino levou biscoitos e água para os militantes e não quis dar entrevista à imprensa. A filha do petista, Miruna Genoino, ao chegar, disse aos presentes: “Espero que a saúde dele esteja preservada”.

Genoino foi submetido a uma cirurgia cardíaca em julho e sua defesa já pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que ele cumpra a pena em regime domiciliar. Os advogados alegam que as condições de saúde de Genoino são precárias. Depois que foi preso e transferido para o complexo penitenciário em Brasília, o petista já recebeu atendimento médico. Mas, segundo nota divulgada hoje pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), a consulta se deu em razão da ausência de receitas médicas para alguns medicamentos de uso contínuo. “Não houve intercorrência médica até o momento”, diz a nota do Depen.

Ex-presidente do PT, José Genoino foi condenado a seis anos e 11 meses de prisão pela participação no esquema do mensalão.