Após se reunir com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), disse que Estados e municípios precisam participar da discussão da CPMF e de soluções para a crise econômica. “Estados e municípios não podem ficar fora desse trabalho, até porque nós sofremos com as crises. Se o caminho é o da CPMF ou não, precisamos construí-lo. O que não podemos é ficar parado”, afirmou.

De acordo com o governador, o tema da CPMF não foi discutido na reunião com Levy. O encontro tratou de aval do Tesouro Nacional à contratação de empréstimos pelo Estado. O Tesouro suspendeu o aval a novos empréstimos e Levy não deu prazo para que isso volte a ocorrer. “Estamos nessa maratona para que o Estado possa dar continuidade às obras. São compromissos que o Estado fez e o Ceará tem toda a possibilidade de garantir os empréstimos”, acrescentou.