O ex-deputado estadual e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) Fabio Camargo foi novamente afastado do cargo, após decisão tomada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, na segunda-feira (09).

No dia 04 de abril, Mendes reconduziu Camargo ao cargo de conselheiro e ontem reverteu a sua decisão anterior. Além disso, o ministro do STF proibiu a Assembleia Legislativa de realizar uma nova eleição para o cargo de conselheiro, além de manter o seu salário.

A eleição de Camargo para o cargo de conselheiro do TCE-PR, ocorrida no dia 15 de julho de 2013, vem sendo questionada desde então, com uma batalha de liminares e decisões favoráveis e contrárias ao ex-deputado desde então.