O ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, reuniu-se nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, com os chefes da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, e da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para tratar da demarcação de terras indígenas na Região Sul. Em reunião com líderes indígenas do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, ficou acertado que, dentro de 15 dias, será feito um novo encontro para “negociação de alternativas e busca de entendimento sobre as terras indígenas em processo de demarcação” com as comunidades gaúchas de índios e agricultores, anunciou a assessoria da Secretaria-Geral da Presidência.

Também deverão ser realizados outros encontros com representantes de agricultores e comunidades indígenas do Paraná e Santa Catarina com a mesma finalidade. A reunião no Planalto durou uma hora e 30 minutos – começou antes do jogo do Brasil contra o México, mas se entendeu durante boa parte da partida.