Candidato à vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), o General Hamilton Mourão viu seus dados pessoais serem ‘vazados’ na internet nesta terça-feira (25). A conta AnonOpsBR, parte do grupo de hackers conhecidos como Anonymous, revelou dados como o endereço e os telefones, incluindo celulares, do candidato e também do General Villas Boas, comandante do Exército brasileiro.

Em postagem no Twitter, o grupo revela que invadiu os sistemas do Ministério da Defesa e afirma que a ação é um “protesto a postura antidemocrática dos generais”. A invasão vem dias depois de acusações de que hackers teriam invadido celulares de jornalistas que se posicionam contrários à candidatura de Jair Bolsonaro.

Segundo o grupo, as invasões são mensagens “diretas ao fascismo e autoritarismo que ameaçam a democracia brasileira”.

O candidato a vice não se manifestou sobre o vazamento de seus dados pessoais, tampouco a coligação pela qual concorre na eleição junto com Jair Bolsonaro.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Ex-mulher acusa Bolsonaro de ameaça de morte