Foto: Atila Alberti/O Estado

Senadora pelo PSOL disse na Boca Maldita que ?só há Congresso Nacional bandido, quando o Poder Executivo é bandido?.

A candidata à presidência da República pelo PSOL, senadora Heloísa Helena, voltou a criticar o governo de Luiz Inácio Lula da Silva em sua visita ontem a Curitiba. Heloísa Helena afirmou que o escândalo dos ?sanguessugas? ainda não foi devidamente apurado, mas quando isso ocorrer será possível estabelecer ligações entre agentes públicos do governo Lula e esse ?esquema maldito?.

Para Heloísa Helena, as denúncias contra integrantes do Congresso Nacional podem levar a acusações contra membros do Poder Executivo. ?Só há Congresso Nacional bandido, quando o Poder Executivo é bandido?, disse.

Em campanha na capital paranaense, Heloísa Helena encontrou-se com a coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Zilda Arns, na sede da entidade, e assinou o termo de ?Compromisso com a honestidade na política, melhor distribuição de renda e redução das desigualdades?, documento já assinado por vários candidatos, que visa ao comprometimento em combater a corrupção.

Pouco antes de assinar o documento, a senadora lembrou os escândalos de caixa-dois que envolveram diversos partidos políticos. ?Vimos nos noticiários, reportagens sobre bilhões de reais que foram enviados a paraísos fiscais e também a modalidade em que se esconde dinheiro em peças íntimas do vestuário masculino?, declarou. Segundo Heloísa Helena, há um abismo entre o que muitos políticos dizem e o que realmente praticam.

O candidato ao governo do Estado Luiz Felipe Bergmann (PSOL), que acompanhou a candidata à Pastoral da Criança, também assinou o documento. Após o encontro com Zilda Arns, a candidata caminhou pelo calçadão da Rua XV de novembro e tomou um café na Boca Maldita. À tarde, Heloísa Helena gravou o programa Brasil Nação na TV Educativa.

Contra corrupção

A candidata disse também que, se eleita, irá combater a corrupção e fará esforços para que a prática seja transformada em crime hediondo. Entre as medidas de combate à corruptos, Heloísa Helena disse que é preciso elaborar uma proposta de orçamento junto com a sociedade, não deixando que isso ocorra somente no âmbito do Congresso Nacional. ?Não vou fazer turismo exterior?, disse a candidata, lembrando as viagens internacionais do presidente Lula. ?Vou percorrer todos os estados brasileiros para construir o orçamento?, declarou.

Segundo Heloísa Helena, além de construir o orçamento do País com a sociedade, é preciso executá-lo de forma estrita. ?Um orçamento impositivo é uma ferramenta para barrar o balcão de negócio sujo entre os poderes?, disse a senadora, em alusão ao esquema de corrupção dos sanguessugas, em que eram liberados recursos de emendas parlamentares para compra de ambulâncias superfaturadas.

Sobre pesquisas

Heloísa Helena questionou a mais recente pesquisas de intenção de voto do CNI/Ibope, que indicou que a candidata não melhorou seu desempenho, permanecendo com os 9% da pesquisa anterior. ?Espero que as pesquisas sejam mentirosas. Ou as pesquisas estão erradas, ou meu eleitorado é muito apaixonado e me dá a impressão de ser maior do que é?, afirmou.

Embora acredite na possibilidade de um segundo turno contra Lula, a senadora afirma que está preparada para voltar a dar aulas na Universidade Federal de Alagoas, da qual é docente. Heloísa Helena disse que ainda tem esperanças de ser presidente: ?Estou entre as mães que ensinam a seus filhos a não roubar?, declarou.