Foto: Agência Brasil

Heloísa Helena: bandidos no executivo.

A candidata do P-SOL à Presidência da República, Heloísa Helena, afirmou ontem que não há corrupção só no Congresso, mas no governo também, por responsabilidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Heloísa fez o comentário no início da noite, quase sete horas depois da aprovação do relatório da CPI dos Sanguessugas, que acusou 69 deputados e 3 senadores de pertencerem à máfia das ambulâncias.

?Os bandidos não estão só no Congresso, mas também no Executivo?, disse Heloísa. ?O Congresso é reflexo do Executivo desmoralizado, corrupto e que não trabalha.? Lembrada de que é congressista, ela insistiu: ?Eu não tenho nenhum espírito de corpo com esse Congresso, que é uma instituição desmoralizada, servil ao Executivo e que funciona como anexo do Planalto. Já tem bandido aqui, e quando o presidente é…?

Depois de participar da votação do relatório da CPI dos Sanguessugas, Heloísa passou 4 horas e 48 minutos num único lugar, sem sair de lá nem para ir ao banheiro: a presidência da sessão do Senado. Ela abriu a sessão às 14 horas e a encerrou às 18h48, depois de liberar a palavra para os oradores para que falassem o tempo que quisessem, o que usualmente não acontece. Os horários dos discursos são rigidamente controlados quando há outro senador na direção dos trabalhos.