O horário eleitoral gratuito começa nesta sexta-feira (31 de agosto) e termina no dia 4 de outubro, três dias antes do primeiro turno das eleições 2018. Na sexta-feira (24), o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná definiu a ordem de veiculação dos programas e os tempos. O espaço dedicado aos candidatos ao governo é de 9 minutos em cada programa, veiculado nas segundas, quartas e sextas. O cálculo considera o número de deputados que cada partido da coligação tem na Câmara Federal.

A ordem de veiculação começa com Ratinho Jr. (PSD), que tem 2 minutos e 3 segundos de tempo de TV e rádio por programa de 9 minutos, seguido por Professor Jorge Bernardi (Rede), com 9 segundos, Priscila Ebara (PCO), 5 segundos, Geonísio Marinho (PRTB), 9 segundos, Professor Ivan Bernardo (PSTU), 5 segundos, João Arruda (MDB), 1 minuto e 51 segundos, Cida Borghetti (PP), 3 minutos e 2 segundos, Dr. Rosinha (PT), 1 minuto e 12 segundos, Piva (PSol), 10 segundos, e Ogier Buchi (PSL), também 10 segundos.

Além dos programas, as emissoras devem reservar 70 minutos diários, entre 5h e meia-noite, para propagandas eleitorais de 30 e 60 segundos distribuídas ao longo da programação. A governadora Cida Borghetti terá o maior tempo de TV e rádio e o maior número de inserções ao longo do período eleitoral no primeiro turno, com 330. Ratinho Jr. terá 225 inserções, João Arruda, 202, Dr. Rosinha, 131, Ogier Buchi, 18, Piva, 18, Jorge Bernardi, 16, Geonísio Marinho, 16, Ivan Bernardo, 9, e Priscila Ebara, 9 inserções. Serão 974 inserções até outubro.

No rádio, os programas serão exibidos das 7h às 7h25 e de 12h às 12h25. Na TV, das 13h às 13h25 e das 20h30 às 20h55. Saiba o que esperar dos quatro candidatos que lideram a pesquisa divulgada na última semana pelo Ibope*, que mostrou Ratinho Jr com 33%, Cida com 15%, Arruda com 5% e Rosinha com 3% – eles foram os únicos postulantes ao Palácio Iguaçu que apareceram nas pesquisas estimulada (quando há uma lista de indicação) e espontânea.

Ratinho Jr. (PSD)

A campanha de Ratinho Jr. (PSD) guarda a sete chaves a estratégia que será usada na TV. A única informação que a coordenação da chapa antecipou é que “as peças vão surpreender”. O deputado estadual licenciado lidera as intenções de voto e deve usar os programas para usar o mesmo discurso adotado nas últimas entrevistas, debates e no plano de governo, de “mudança”, “ruptura” e “inovação”.

Cida Borghetti (PP)

A governadora deve apresentar muitas vozes femininas e defender a ideia de cuidar das pessoas a partir de diversos depoimentos. O tom deve seguir o mote “firme, forte e decidida” adotado nas redes sociais e nas entrevistas. Ela também deve citar o municipalismo e o combate à corrupção como plataformas de governo.

João Arruda (MDB)

O deputado federal deve adotar um tom mais contundente, de tentar colar em Ratinho Jr. e Cida a continuidade do governo Beto Richa (PSDB) e suposta incoerência nas trocas partidárias dos dois ao longo dos últimos anos. Ele quer se apresentar como “terceira via” ou candidato mais ao centro. O senador Roberto Requião (MDB) deve aparecer em alguns programas, mas não deve monopolizar o discurso.

Dr. Rosinha (PT)

Rosinha deve usar o tempo na TV para criticar os três principais adversários e se apresentar como candidato viável da esquerda com apoio do ex-presidente Lula. Ele também deve falar sobre a sua trajetória no Legislativo e a defesa dos mais pobres e dos trabalhadores. Os coordenadores da campanha dizem que ele vai se apresentar como “original” enquanto “os demais são só a repetição do que já conhecemos na política”.

Metodologia da pesquisa

*Pesquisa realizada pelo Ibope de 16 de agosto a 22 de agosto com 1008 entrevistados (Paraná). Contratada pela REDE PARANAENSE DE COMUNICAÇÃO (RPC). Registro no TSE: PR-04869/2018. Margem de erro: 3 pontos percentuais. Confiança: 95%. A pesquisa está sendo impugnada por duas representações eleitorais, ajuizadas por interessados diversos, segundo os quais a pesquisa não atendeu aos requisitos previstos na Resolução n. 23.459/TSE, especialmente quanto à insuficiente estratificação para o nível econômico dos eleitores respondentes.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Barracões do crime