Alguns imóveis do doleiro Alberto Youssef, preso em março de 2014 na Operação Lava Jato, voltam a leilão nesta segunda-feira (13) pela metade do preço original. Os imóveis foram à leilão no último dia 30, mas não tiveram nenhum lance. Serão vendidos um terreno no bairro de Campo de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, e cotas de participação em um hotel em Salvador.

Os imóveis foram apreendidos na deflagração da Lava Jato. Depois de firmar acordo de colaboração premiada, o doleiro abriu mão das propriedades, que agora serão vendidas. O dinheiro arrecadado com a venda dos imóveis será devolvido aos cofres da Petrobras.

O terreno em Campo de São Cristóvão tem lance inicial de R$ 1,5 milhão. Já em Salvador, compõem o pregão nove lotes, sendo oito fatias de 4% e uma de 5,23%, do imóvel comercial Web Hotel Salvador, parte do Condomínio Alfazema, Pituba, com lance inicial de cerca de R$ 167 mil e R$ 220 mil, respectivamente.

O pregão ocorre a partir das 14 horas exclusivamente online, pela plataforma online de leilões Superbid Judicial.