Um grupo de aproximadamente 50 índios caiapós foi impedido de entrar na manhã desta quinta-feira (20) no Congresso Nacional. Ele iriam acompanhar audiência em uma Comissão da Câmara dos Deputados que trata da demarcação de terras indígenas.

Devido à expectativa de uma grande manifestação hoje em Brasília, a segurança parlamentar reforçou o policiamento nos principais acessos do prédio. Após negociação com os deputados da Comissão, ficou decidido que apenas dez representantes do grupo poderiam entrar, desde que não estivessem com cordas ou qualquer instrumento que pudesse ser considerado uma arma.

Neste momento, os parlamentares discutem um relatório produzido entre 1962 e 1967 que trata de informações sobre tortura, extermínio de índios e apropriação de terras indígenas.

Segundo a assessoria parlamentar da Fundação Nacional do Índio (Funai), o relatório explica o foco dos atuais conflitos agrários da região Norte e Centro-Oeste do País.