Condenado no julgamento do mensalão, o deputado federal João Paulo Cunha chegou sozinho para votar na manhã deste domingo (10) em Osasco no Processo de Eleição Direta (PED) do PT, o qual definirá a nova direção do partido nas executivas municipal, estadual e nacional em São Paulo.

No mesmo momento, também chegava ao local, por uma entrada diferente onde acontece a votação, o ministro da Saúde e provável candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, que, contudo, vota em Campo Limpo. Padilha compareceu a Osasco para acompanhar o ex-prefeito da cidade Emídio Souza, candidato a presidente estadual do PT. Padilha e Emídio ficaram a poucos metros de João Paulo, mas evitaram conversar com ele.