O juiz federal Sergio Moro apresentou na manhã desta segunda-feira (5) ofício em que formaliza o pedido de férias, entre os dias 5 a 21 de novembro. Na mesma solicitação, indica que pedirá novas férias, entre 21 de novembro a 19 de dezembro, data em que começa o recesso do Poder Judiciário. Ao emendar as datas, Moro confirma a despedida das decisões sobre a operação Lava Jato até assumir o cargo de ministro da Justiça.

Leia mais: Rapazes que testemunharam morte do ex-jogador Daniel devem depor nesta semana

Moro relata no ofício que pretende exonerar-se das funções de juiz até o “início de janeiro”. “Até então, reputo salutar afastar-me da jurisdição dos casos judiciais relacionados à operação Lava Jato, com o que evitar-se-á controvérsias desnecessárias”, escreveu o magistrado.

No texto, fez referência à substituta na 13ª Vara Federal de Curitiba, Gabriela Hardt. “Ela, profissional muito competente, tem plenas condições de substituir-me na jurisdição.”

Leia mais: “Professor Pardal” de Curitiba já flagrou sinais misteriosos com suas criações

Nesta terça-feira (6), Moro concederá a primeira entrevista coletiva, às 16h, para falar sobre a decisão de aceitar o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para assumir o Ministério da Justiça.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

PRF flagra motorista a 190 km/h em rodovia do Paraná! Vídeo mostra infratores!