A Justiça de São José dos Pinhais determinou, ontem a anulação do pregão eletrônico realizado pela prefeitura do município para a prestação do serviço de “conversão do acervo físico para eletrônico e película filmográfica e implantação de segurança da informação física ele eletrônica”. A empresa vencedora não é, segundo o Ministério da Justiça, “autorizada a operar com serviços de microfilmagem”.