O Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) adiou nesta quarta-feira o julgamento de pedido de autorização para que a CPI do Cachoeira, na Assembleia Legislativa, investigasse supostas irregularidades na contratação da construtora Delta pelas prefeituras vinculadas ao PT e o PMDB no Estado.

De acordo com a Secretaria de Comunicação Social do TJ-GO, o adiamento deve-se à ausência do relator, desembargador Alberto França, que está de férias. Uma nova data será definida para o julgamento.

A CPI, iniciada no ano passado e depois prorrogada para 2013, busca o acesso legal às contas bancárias de cinco prefeituras: Goiânia (PT), Anápolis (PT) e Aparecida de Goiânia (PMDB), cujos prefeitos foram reeleitos em 2012, Catalão e Águas Lindas, antes administradas por PMDB e PT e agora pelo PSDB e PTB.