O comitê do deputado federal Dr. Rosinha (PT), localizado na Rua Trajano Reis, 147, no Largo da Ordem, foi arrombado na madrugada de sábado para domingo. Os ladrões levaram um fusca ano 1978, comprado há 15 anos pelo deputado. O Dr. Rosinha entrou em contato com o delegado- geral da Polícia Civil, ontem, para cobrar providências não apenas para encontrar o fusca, mas principalmente para solicitar medidas de combate ao roubo de carros no Estado. Em janeiro de 1999, logo após a posse no Congresso Nacional, o Dr. Rosinha decidiu levar o fusca para trabalhar em Brasília. Durante três anos e meio o deputado usou o fusca 78 na capital federal e no mês de junho desde ano trouxe-o de volta para trabalhar na campanha eleitoral. A decisão de levar o “histórico fusca” para Brasília foi tomada diante da necessidade de contenção de despesas. Com o fusca, o deputado conseguiu evitar gastos com táxi para trabalhar. Ele não optou por outro carro, tecnologicamente mais avançado, porque não dispunha de recursos para comprar.

O interessante é que o deputado foi dirigindo o fusca de Curitiba a Brasília e demorou dois dias para chegar à capital federal. Quando está trabalhando no Paraná, o deputado viaja com uma caminhonete S-10 diesel, que ele comprou no ano passado, exclusivamente para viagens. O motivo de escolher uma caminhonete foi a segurança.