O governador Jaime Lerner (PFL) reafirmou hoje que não disputará o Senado e negou que esteja mediando uma reconciliação entre o seu partido e o PSDB, com o objetivo de se credenciar para ser indicado a vice na chapa do senador José Serra (PSDB) para a presidência da República. Entretanto, o governador deixou em aberto sua decisão sobre um possível afastamento do governo. Disse que tem até a meia-noite de sexta-feira para decidir, mas não explicou que projeto político poderia levá-lo a se afastar do governo.
Lerner retornou ontem no final da tarde de Brasília, onde estava desde terça-feira, quando almoçou com o vice-presidente da República, Marco Maciel (PFL). Lerner também não quis revelar o tema de sua conversa com Maciel. Apenas frisou que não está costurando sua participação na chapa governista para a sucessão presidencial. ?Não sou leviano para fazer comentários sobre coisas que não aconteceram. Não tenho nenhum fato que me leve a colocar esse ponto?, disse o governador.
Ele acrescentou que qualquer negociação nesse sentido deve ser conduzida pela direção do seu partido. (Da Redação)