O presidente Lula pediu ontem ao presidente da Bolívia, Evo Morales, que acelere a execução de obras financiadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Em encontro privado, antes da primeira reunião da Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado, em San Salvador, Lula disse a Evo que é importante que a Bolívia conclua os projetos em andamento no país para que o Brasil possa financiar novas obras. Em 2006 o BNDES mandou U$ 600 milhões para a Bolívia. Morales pegou o dinheiro e até agora, nada.