O presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou preferência para que o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, fique no cargo até dezembro do próximo ano, mas também apoia e respeita qualquer decisão que o titular do BC tomar sobre uma eventual candidatura nas eleições em 2010. A informação foi dada hoje pelo próprio Meirelles à imprensa, em Nova York, durante entrevista coletiva. O presidente do BC disse que um dos fatores a ser considerado na sua decisão sobre concorrer a um cargo público eletivo é o desempenho da economia brasileira.

“O presidente Lula manifestou em público, e a mim diretamente mais de uma vez, a preferência para que eu permaneça na posição até o dia 31 de dezembro de 2010. Evidentemente, ele também manifestou seu apoio e respeito a qualquer decisão minha”, afirmou Meirelles, depois de fazer apresentação em evento organizado pela Câmara de Comércio Brasil-EUA. Meirelles reitera que a sua decisão não está tomada. “Tenho de tomar (a decisão) até março. Um dos fatores que serão considerados, evidentemente, são os fatores do desempenho da economia brasileira.”