O deputado federal Geraldo Magela (DF), membro da Executiva Nacional do PT, afirmou hoje que a polêmica sobre o aborto, que pode ter tirado votos da presidenciável Dilma Rousseff, será superado até “metade da semana que vem”. Magela afirmou aos jornalistas que o tema do aborto voltará ao “submundo da política, de onde nunca deveria ter saído e lá permanecerá”.

Essa estratégia está sendo discutida na reunião da Executiva realizada na tarde de hoje em Brasília, na sede do partido. A Executiva aposta que a polarização da campanha no segundo turno despertará a atenção do eleitor para assuntos sobre os rumos do País, como segurança, saúde e educação.