O ministro Marco Aurélio Mello do Supremo Tribunal Federal afirmou, nesta noite, que foi mal compreendido quando disse que sem base legal impeachment é golpe. O ministro frisou que falava em teoria, mas que não se referia ao conteúdo do processo de impeachment atual contra a presidente Dilma Rousseff.

“Não admiti o processo em andamento, não parei para examina-lo, não conheço os detalhes e não me atreveria a antecipar a visão de que estamos diante de um golpe”, afirmou. (Ana Fernandes – ana.fernandes@estadao.com)