A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva deixou claro que o posto principal na candidatura do PSB é do governador de Pernambuco Eduardo Campos. “O PSB já fez a sua discussão”, afirmou. Perguntada se ela apoiará a possível candidatura de Campos, a ex-ministra respondeu: “Você tem alguma dúvida em relação a isso?”

Marina desconversou, no entanto, sobre se sairia candidata à vice-presidência da República numa chapa encabeçada por Campos. “Tudo o que aconteceu é muito mais do que a discussão do lugar que se ocupa numa chapa”, avaliou a ex-ministra. De acordo com ela, a escolha pelo PSB se deu porque a legenda comandada por Campos é a que mais “potencializa o programa” da Rede, legenda que Marina tenta criar, mas cujo registro foi barrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta semana.

Marina evitou assumir a posição de vice numa eventual candidatura de Campos, embora integrantes da Rede e do PSB tenham confirmado que ela já revelou que aceitaria o posto.