O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, informou hoje, em nota divulgada pela sua assessoria, em Brasília, que vai entrar, até amanhã, com uma queixa crime junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), “a fim de que Cid Gomes (governador do Ceará, do PSB) responda pelas acusações que lhe têm imputado indevidamente”.

O governador fez novamente nesta terça-feira, em Fortaleza, críticas a Nascimento. “É inepto, incompetente e desonesto. Com esse ministro eu não trato mais”, repetiu, pondo a culpa no Ministério dos Transportes pelo estado das rodovias federais que cortam o Ceará.

“Digo ao cidadão do Ceará que os problemas das estradas serão revertidos. Nosso trabalho será retomado em junho”, disse Nascimento. “Ao governador, reservo o meu silêncio. Ele que se entenda com a Justiça”, completou.

Ainda na nota, o ministro informa que sua última audiência com o governador do Ceará ocorreu no dia 29 de outubro de 2008. “De lá para cá, o governador não fez nenhum pedido de reunião. Também não há registro de telefonemas do governador para Alfredo Nascimento, ou seu antecessor”.

Segundo o governador, ele e seus assessores já procuraram Nascimento diversas vezes, sem êxito, para discutir a situação das rodovias no Estado. A manifestação do ministro ocorre após Cid Gomes criticá-lo, no sábado, em Sobral, região norte do Ceará.