A Comissão de Justiça Popular do município de Pontal do Paraná, litoral do Estado, esteve ontem em Curitiba para reivindicar a apuração de ilegalidades, corrupção e fraudes que estão acontecendo na prefeitura. Cerca de cinqüenta pessoas, integrantes da Comissão, estiveram no Ministério Público (MP), no Tribunal de Contas (TC) e na Assembléia Legislativa para saber quais medidas estão sendo tomadas contra o prefeito José Antônio da Silva, o ?Zé do Pontal? (sem partido).

“No Ministério Público pedimos o afastamento do prefeito, na Assembléia Legislativa sua cassação e no Tribunal de Contas a intervenção do município”, explicou Thiago Chamulera, presidente da Comissão. Segundo ele o TC promoveu há algumas semanas uma auditoria no município, onde foram constatadas diversas irregularidades. “Ficou comprovado que R$ 6 milhões desapareceram dos cofres municipais, o que corresponde a 54% da arrecadação do município”, disse.

Segundo ele, a população está indignada, e pede providências.