O movimento no Senado é intenso na manhã de hoje, com fiscalização reforçada nas portarias. O presidente do Senado, Renan Calheiros, que terá o destino de seu mandato decidido hoje em seção que pode ter 14 horas de duração, está sendo aguardado para as 11 horas, em seu gabinete. Apesar da movimentação, poucos senadores já entraram no plenário, que está fechado para a imprensa.