Cerca de 6 mil integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) iniciaram, na manhã desta terça-feira, 10, uma marcha entre Feira de Santana, maior cidade do interior da Bahia, e a capital, Salvador. O grupo deixou o Parque de Exposições de Feira de Santana, onde o MST havia montado acampamento no fim de semana, por volta das 6h30 e seguiu até o município de Amélia Rodrigues, a cerca de 15 quilômetros dali.

A caminhada travou o trânsito na principal rodovia do Estado, a BR-324, no sentido interior-capital, durante toda a manhã. A expectativa dos organizadores é chegar a Salvador, após 110 quilômetros de marcha, na próxima segunda-feira. Em Salvador, os manifestantes prometem acampar na frente da sede regional do Incra, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Na pauta do grupo está a entrega de uma pauta de reivindicações de melhorias nos assentamentos e de investimentos na agricultura familiar ao governador Rui Costa (PT). A marcha integra a Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária, realizada anualmente pelo MST.